Consciência Negra

O dia 20 de novembro é considerado nacionalmente o Dia da Consciência Negra. A data foi criada e incluída no calendário escolar em 2003, mas instituída oficialmente somente em 10 de novembro de 2011, pela Lei n° 12.519. Foi estabelecido feriado em comemoração ao dia em quase mil cidades do Brasil e nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro através de decretos estaduais.



Poucos de nós sabemos sobre a existência desta data e sequer conhecemos os motivos e intenções por trás dela.



Resumidamente, a celebração tem por intuito oportunizar reflexões sobre a inserção do negro na sociedade brasileira, que mesmo com a abolição da escravidão e a luta pela sua liberdade, ainda encontra racismo e resistência a sua igualdade social.  



A escolha pela referida data coincide com a morte de Zumbi dos Palmares, no ano de 1695, líder do Quilombo dos Palmares que dedicou a vida à resistência antiescravagista e é ainda hoje inspiração para os movimentos negros no país.  



Muito embora seja importante colocar em pauta e discutir a inclusão do negro na sociedade, isso não deve acontecer uma vez ao ano! É preciso pensar e agir todos os dias para resolver os problemas sociais, desigualdades e preconceitos que os negros enfrentam diariamente no país devido aos resquícios da escravidão. Para tanto é preciso falar e conhecer o problema, para então encontrar uma solução para ele.



Assim, aproveitando a ocasião, encontramos algumas coisas bacanas na net sobre o assunto que a gente quer compartilhar com vocês para que a gente se torne mais consciente e participativo com esta causa. Nós, da Metamorfose, que acreditamos intensamente na importância das mundaças, queremos contribuir de alguma forma para aumentar o respeito e tolerância na sociedade. Então lá vai.



A Revista Cláudia lançou uma série de entrevistas com mulheres negras empoderadoras, ativistas e atuantes dos movimentos negros para falar sobre apropriação cultural, representatividade e rascismo, tratando a questão racial sobre as suas pespectivas, aqui ó.





Encontrei esse vídeo da Super Interessante com dados bem expressivos e ilustrativos acerca das diferenças raciais no país.





Quando eu descobri que Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank adotaram a Titi, linda, negra e mega estilosa, fiquei maravilhada. Acho super bacana quando pessoas conhecidas, que acabam sendo referência e influência para nossos comportamentos, têm atitudes tão nobres como essas. Eles acabam não só ditando a moda e tendências, mas acabam nos inspirando e quebrando paradoxos. Giovana é uma inspiração de estilo para mim e para muitas mulheres e ao ir para África para fazer uma matéria para o Domingão do Faustão, encontrar Titi e se apaixonar por ela a ponto de solicitar sua adoção, certamente me fez admirá-la ainda mais. 



Contudo, nem todo mundo pensa como eu. Titi foi recentemente alvo de preconceitos. Em uma foto postada por Giovana em suas redes sociais uma menina escreveu a seguinte frase: "Você e seu marido até que combina, mas a criança que vocês adotado [sic] não combinou muito pq ela é pretinha e lugar de preto é na África. [..] Parece uma macaquinha".



Giovana, horas mais tarde, se manifestou: "Aquela cor singular É muito mais que uma tonalidade É luta, é força, é vida. É gente, é povo, é dignidade. Aqueles olhos escuros Revelam um brilho sem igual Cabelos crespos sim... Não é defeito, é natural! Aquele povo bonito Tem voz, tem saber, tem memória. Tem swing, tem estilo, tem canção. Com um “lápis” na mão reescreve sua história. Aquela gente alegre De cor bela...De cor preta. Não há nada semelhante. A essa gente de beleza negra!", escreveu a bela.  



O casal denunciou a jovem e entregou à polícia o caso. E Bruno foi feliz em seu pronunciamento no programa do Domingão: "A gente combate o preconceito com amor e justiça. (...) Minha filha tem algo que esses caras não têm: amor". 



Eu não sei explicar como um ser humano consegue ser tão malvado. Talvez seja isso mesmo, falta de amor.





 



Dá uma confirada nos depoimentos de alguns artistas negros sobre a consciência negra. Chamou-me a atenção esse:



"Antes de sua legitimidade enquanto celebração cívica, pensar no 20 de Novembro me lembra sobretudo força, reflexão, a luta cotidiana dos meus/minhas, me lembra família na sua dimensão mais íntima/essencial. Trata-se também de uma data de incômodo, símbolo da desobediência, pois assim como Zumbi dos Palmares, todos os nossos ancestrais foram desobedientes aos contratos que não foram assinados por eles, mas impostos por aqueles que sempre detiveram privilégios. Para mim, portanto, tal celebração representa uma ode, um chamado pontual à desobediência. E eu espero dos meus, assim como Zumbi e Dandara, que possamos ser cada vez mais desobedientes, a fim de construirmos uma sociedade mais plural, reconhecedora da diversidade e potencialidade do seu povo''. Flávio Rodrigues, ator e diretor.



E por fim, e já que gostamos de moda e beleza, só para lembrar que embora a maioria da nossa população seja negra, Raissa Santana é a segunda Miss Universo negra coroada no Brasil. Deise Nunes Ferst foi a primeira, em 1986, do Rio Grande do Sul.





Sem comentários para essa beleza de mulher!



Em tempo, vocês acreditam que apenas 8 mulheres negras estiveram na capa da Vogue em todas as suas edições? A maior revista/empresa de moda, que preza pela liberdade de expressão e criatividade, que reconhece a beleza da mistura e das diferenças, não "consegue" colocar em suas páginas uma representatividade significativa de negras. Lamentável.



Beijus da Lu



 


  • 23/11/2016 - 08:55:49

Menos 1 lixo

O post de hoje vai ser um pouco diferente.



Ao invés de moda e beleza, a gente vai falar um pouco sobre inspirações (o que não deixa de interferir também no nosso jeito de vestir, já que afeta nosso comportamento).



Durante essa semana, conheci um projeto super bacana que envolve sustentabilidade e transformação, tudo a ver com o Metamorfose, né não!? A Campanha Menos 1 Lixo completará em janeiro dois anos e muito embora seja recente, já tem muitos adeptos, inclusive de globais.



Tudo começou com o impacto que o documentário Trashed: para onde vai nosso lixo fez na Fe Cortez. O filme despertou a consciência dela para a quantidade de lixo que se produz e que não possui destino adequado. Números e dados a chocaram e a fizeram se questionar como um problema ambiental como o descarte e acúmulo de material, que afetam negativamente toda a população do mundo em diversos níveis e setores, não têm preocupado e impulsionado os governos e demais órgãos a agirem.



O pior de tudo é que cada dia se gera MAIS lixo e essa produção só tende a crescer. Só que ela também tomou consciência de que não dá para esperar atitudes dos outros, é preciso e possível agir agora para diminuir a produção de lixo futuro e contribuir com a sustentabilidade do planeta. Refletindo a ideia e uma vez que quem produz o lixo somos nós mesmos, a Fe chegou à conclusão que cabe a cada um de nós reduzir nosso lixo, com mudanças de pequenos hábitos, pois mesmo que pareçam insignificantes, se somados, trazem impactos enormes. 



Diante dessa percepção, a Fe pensou porquê não MENOS um lixo. Numa iniciativa pessoal que depois tomou maiores proporções, ela se desafiou a não consumir copos descartáveis e substituí-los por um copo sustentável reutilizável. Em sua contagem, a Fe reduziu o consumo de cerca de 1618 copos em 2015. Isso significa uma economia de aproximadamente 800 litros de águas que seriam usados na fabricação dos copos descartáveis, economia financeira por meio de um consumo consciente e sustentável. Incrível né!? Isso, que estamos falando de uma pessoa apenas. Imagina toda a galera adepta ao movimento?



No primeiro ano, foi cerca de 7 mil seguidores da ideia. Para a gente ter uma noção da grandiosidade do projeto e uma vez que números são bem ilustrativos, por alto, foram 12 milhões de copos e 6 milhões de litros de água poupados em um ano, considerando que cada pessoa consome em média 5 copos de água por dia. É aquela coisa do MENOS é MAIS!



Resultado de imagem para copo menos um lixo



O preço dos copos é salgadinho, mas o negócio é pensar no custo-benefício. O Sou Barato entrou para o time e vende algumas opções. O copo é genial, serve tanto para bebidas quentes quanto frias, dá para colocar no micro-ondas e freezer, é retrátil e portátil. A produção e o desing agora são 100% brasileiros (no início eram importados e metalizados), não contém metais pesados ou algum componente que seja prejudicial ao ambiente e é fácil de lavar. Moderno e funcional! O copo comporta 400ml aberto e mede menos de 4cm de altura quando está fechado, tem uma alça para prendelo na mochila ou bolsa. 



Mais informações aqui.



Bom, vamos deixar a idealizadora explicar melhor:





Eu estou procurando um para mim, e você já pensou em adquirir o seu?



Beijos da Lu!



Anima_Copo_Cinza








  • 18/11/2016 - 10:30:40

O começo a gente nunca esquece...

Olá pessoal!



Eu e Cami, estávamos super ansiosas para dar início a esse projeto que há tempos desenvolvemos com muito carinho, mas só agora ele tomou cara. Esse vai ser um espaço que vamos compartilhar informações sobre moda, beleza, tendência e inspirações, em um bate-papo descontraído e divertido.



A gente quer que ele seja de vocês também, então, fiquem bem à vontade para nos ajudar com opiniões, pedidos e sugestões! O nome do blog/site veio do próprio trabalho que a Cami já desenvolve como maquiadora e eu achei mega apropriado (vamos falar disso mais adiante).



Então, aqui vamos nós, encarar essa montanha-russa!



Iniciamos nosso projeto, distribuindo um convite para 30 mulheres da nossa cidade (Joaçaba) para serem embaixadoras de nossa marca e nos ajudarem com inspirações e em nossas produções.



Elas foram escolhidas porque acreditamos que elas buscam diariamente mudar e se aprimorar dentro de seus próprios estilos, sendo uma constante metamorfose. Elas também compartilham conosco esse mundo de moda e beleza. Aos poucos vocês vão conhecendo cada uma, mas lá no Insta já dá para tirar uma casquinha delas.





Neste convite, distribuímos algumas lembrancinhas que foram gentilmente cedidas pela Tropical, Píu Bela, Boticário, revendedora da Mary Kay Janieli Andreoli, Paty Bijoux que estão conosco numa parceria bem bacana e nos cederam esses mimos. Esperamos que curtam, acompanhem e se divirtam conosco!



Cami e Lu



 



 


  • 18/10/2016 - 01:50:40

Siga no Facebook

Contato

 (49)9927-6338 / Camila 

 (49)9998-5556 / Luana