Em meio à tantos “achismos” algumas certezas!

Começando a semana, com texto da nossa Embaixadora Cris Soares, para refletirmos um pouco.



 



"Eu queria uma festa de quinze anos enorme, com um vestido de princesa e um lugar mega decorado. Ganhei uma festa em casa, com os amigos mais íntimos e foi uma das noites mais divertidas da minha vida!



Eu achava que casaria aos 25, mas essa idade chegou rápido demais, então decidi que casaria aos 27. Vou casar aos trinta e estou curtindo muito essa nova fase!



Eu achava que teria o meu primeiro filho aos 30. Agora que os 30 chegaram acho que vou ter aos 33, mas talvez mude de ideia...



Eu sempre achei que antes de casar teria uma casa com um pátio legal para termos um cachorro. Depois percebi que o que queria mesmo era um apartamento com três quartos. Acabei me apaixonado por um apartamento com um quarto só e apesar de saber que ele será provisório, estou entusiasmada com a ideia de iniciar a vida a dois nesse cantinho e tenho a sensação de que ele nos trará muita felicidade...



Eu achava que antes dos trinta teria meu próprio carro e que empreender, embora fosse uma vontade, era algo muito difícil e distante. Percebi que ter um carro não era uma prioridade para mim, mas seis meses antes de chegar aos 30, topei o desafio de empreender e inaugurei uma empresa com a minha irmã.



Eu sempre achei que teria um casamento bem tradicional, uma festa grande, cheia de convidados! Meu casamento terá menos de 30 convidados, será uma cerimônia simples, mas exatamente como eu desejo neste momento.



Sempre achei que a festa de casamento era um dos meus maiores sonhos. Hoje vejo que, apesar de ser importante, não estou disposta a abrir mão de outras coisas por ela e que meu amor por viajar supera o de fazer uma festa de casamento...



E em meio a tantos “achismos” descobri que deixar a vida nos surpreender, as vezes vale muito a pena e que, embora o planejamento seja algo essencial, precisamos estar abertos para enxergar que as vezes as coisas não acontecem exatamente como prevemos... As vezes elas são ainda melhores!



Em meio a tantos “achismos”, tive a certeza de que abrir mão de ter o controle de tudo e permitir que a vida nos reserve algumas surpresas torna tudo mais interessante e nos permite viver experiências e descobrir coisas que jamais teríamos a oportunidade, se nos mantivéssemos inflexíveis quanto aos nossos planos e desejos...



Em meio a tantos “achismos” descobri que mudar de ideia não é ser incongruente. Incongruência é permanecer fazendo o mesmo, perseguindo coisas que já não fazem mais sentido, quando a vida nos traz tantas possibilidades de experimentar coisas novas...



Em meio a tantos achismos percebi o quanto desperdiçamos energia quando sofremos por antecipação, a final de contas, as coisas podem acontecer de forma muito diferente do que imaginamos...



Mas acima de tudo, em meio a tantos achismos eu me dei conta de uma certeza: escolher ser feliz, independente do que aconteça, é uma escolha que cabe somente a mim e hoje eu escolho ser feliz!".



Cristiana Soares - Coach de Encorajamento




  • 20/03/2017 - 10:32:30

Guia prático: trajes de banho

Olá plenas,



Estamos quase dando adeus ao verão, mas as liquidações estão pipocando nas lojas e mesmo nas sales precisamos investir bem nosso dinheirinho. Inclusive, essa é uma época boa para comprar roupas de praia, especialmente, pelos preços atraentes. Vocês concordarão comigo que se tem um jeito de acabar com nosso visual e mostrar as imperfeições que tanto tentamos esconder de baixo do pano, é vestir um biquíni e ir para beach/pool.   



Para deixar esse momento menos tenso, criamos umas dicas práticas para você saber escolher o biquíni que mais favoreça corpitcho. Nós vamos sempre trabalhar em cima da ideia de equilíbrio.




  • Para quem tem quadris mais largos que os ombros (alô popozudas), o legal é chamar a atenção para a parte de cima. Invista em partes de cima coloridas ou estampadas, com amarrações do tipo frente única, que valorizem e aumentem os seios. Tome cuidado se seu seio já for grande para não aumentá-los. Abuse de bojos, drapeados e franzidos. Para a parte de baixo procure por cores neutras e modelagens de laterais mais larguinhas, sem muito detalhe. Uma dica legal aqui também é que sua calcinha seja um pouco mais cavada na parte das coxas, isso alonga as pernas e disfarça os quadris. 






  • Aquelas que têm medidas muito semelhantes entre ombros e quadris, mas ainda sim tem cinturinha (uhul ampulheta), você é sortuda, amiga. Pode usar vários modelitos, cores e abusar de todos as modelagens. Obviamente, tenha bom senso e se liga nas dicas extras ao final.






  • Se você, que assim como eu, tem ombros e quadris proporcionais, mais sem curvas ao longo do corpo, (ahaaa quadradinha), precisa "criar" uma cintura para dar mais harmonia para sua silhueta. Deve valorizar os seios e quadris. Invista em biqunís com bastante informação, em ambas as peças. Detalhes e volumes são o segredo. Cores, estampas, amarrações, babadinho, modelagem cortininha. A franja no sutiã é uma ótima opção, seu movimento atrai o olhor para o centro do corpo, dando a ilusão de cintura fina. O maiô engana mamãe também valoriza esse tipo de corpo.






  • Se você tiver ombros mais largos que os quadris (olá nadadora), chame a atenção para a parte de baixo, com peças coloridas e estampadas. Babados e franjas deixam o volume do bumbum mais proporcional. Prefira com tiras finas, amarrações, modelagem mais estreita na lateral. Tudo isso ajuda no equilíbrio. Já para o sutiã, busque peças mais neutras e discretas. As peças com alças largas ajudam na sustentação dos seios. 






  • Para o corpo oval, é ideal que se busque biquínis com calcinhas e tps mais largos e estruturados. Cuidado com a marcação das gosdurinhas laterais e das costas. Maiôs são mega indicados, especialmente aqueles com a cintura mais alta. Caso prefira biquínis, procure aqueles com calcinhas de cós alto, um pouco abaixo do umbigo que ajuda a disfarçar a barriguinha e não marca as gostosuras. Assuma seu corpo e lembre-se de comprar biquínis do seu tamanho. Litras verticais também criam a ilusão de um corpo mais alongado. Busque por peças neutras e lisas, e se preferir estampas, encontre as mais pequenas.





DICAS EXTRA:



Seios grandes: busque por tops com alças largas e decote em V e com cores neutras ou estampas miúdas. Invista em sutiãs com aro para lhe dar sustentação, mas sem bojo.



Seios pequenos: busque dar volumes aos seios, com detalhes como drapeados, babados e aplicações. Compre sutiãs com bojos e armações ou com fecho na frente, eles dão efeito de aumentar. Abuse das formas geométricas, flores, cores claras e vibrantes. Prefira os tomara-que-caia estruturados que seja franzido ou torcido no meio, com ou sem a amarração no pescoço, elas também dão a ilusão de maior volume nessa região.



Bumbum pequeno: a dica aqui é apostar em calcinhas com detalhes, bordados, costuras, laços que aumentão o volume, assim como as estampas grandes e litras horizontais. Outra dica bacana é usar calcinhas com lacinhos e laterais mais estreitas.



 



Pega seu guia e corre lá na nossa embaixadora Shak's ver se tem uma peça bacana para te valorizar.


  • 31/01/2017 - 21:38:09

O que você escolhe para 2017: Mais do mesmo ou muito do novo?

Costumamos usar o final do ano para avaliar tudo que fizemos (ou não fizemos) durante esses 356 dias. O encerramento de um ciclo com o início de outro renova nossas energias e nos faz prontos para novos desafios e projetos. Porém nem sempre conseguimos realizar e perseguir metas que estabelecemos como prioridades. 



Eu e Cami, adeptas da mudança que fortalece a alma e transforma o bom em melhor, desejamos que o ano de 2017 seja um ano de concretização de sonhos e de mudanças positivas na vida de cada um. Sabemos que nem sempre é fácil o caminho da realização de algum objetivo, assim, chamamos a Cris Soares, embaixadora do blog e Coach de Encorajamento, para nos dar algumas dicas de como manter o foco em nossas metas neste novo ano. 



Para quem não sabe, a Cris foi minha Coach, me ajudou em um momento de crise profissional e, inclusive, foi uma das grandes incentivadoras deste blog. Estou extramente feliz por poder dividir com vocês esse trabalho, sensacional e transformador, que ela e a irmã, Juliana, realizam. Vamos lá, então! Beijos da Lu.





O ano de 2016 está chegando ao fim! Já é hora de pensar nas metas e objetivos para 2017... As famosas “listinhas de desejos” começam a tomar forma e o entusiasmo por iniciar um novo ciclo nos dá a certeza de que, desta vez, conseguiremos realizar os nossos objetivos. Você conhece essa sensação?



Ela é maravilhosa, não é mesmo?!? O único problema é que, muitas vezes, as “promessas de fim ano” acabam esquecidas no fundo da gaveta. Somos engolidos pela rotina e deixamos de priorizar o que havíamos elegido como importante para nós. E quando isso acontece o que nos resta? Obviamente, uma sensação de frustação por termos vivido mais um ano sem realizar nossas metas. A decepção por sentirmos que estamos deixando a vida passar, sem realizarmos aquilo que mais queremos. E vamos combinar, esse sentimento de culpa e frustração não é nem um pouco agradável. Concorda?



O que fazer, então, para que ao final de 2017 a nossa retrospectiva nos mostre que riscamos com êxito todas as metas da nossa listinha? O que fazer para transformar o sentimento de frustração em orgulho por termos realizado tudo o que nos propusemos na “noite da virada”?



Aí vão cinco dicas para que a sua “listinha de desejos”, de fato, se torne realidade:



1. QUESTIONE-SE



Você já ouviu a frase “Não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas”?



Geralmente as pessoas definem suas metas sem ao menos refletir sobre os motivos que as levam a escolhê-las.



Questionar-se sobre as razões pelas quais a realização de um determinado objetivo é importante, traz a motivação necessária para alcançá-lo. Desse modo, antes de transpor as suas metas para o papel responda as seguintes perguntas (e outras mais que entender importante):



* Quais razões me levam a desejar essa meta?



* Qual impacto a realização dela terá em minha vida?



* O que vou sentir quando realizá-la?



* O que vou sentir, caso não a realize?



2. VISUALISE O SEU OBJETIVO COM RIQUEZA DE DETALHES



Nosso cérebro não distingue o que é realidade do que é imaginação. Isso significa que aquilo que pensamos e sentimos com maior frequência e de forma mais detalhada, ele tomará como verdade, criando um maior número de conexões neurais relativas àquele pensamento, ou seja, ele trabalhará para criar a realidade que imaginamos.



Assim, se você deseja alcançar algo, tenha-o muito claro em sua mente. Por exemplo, se for um carro, escolha o modelo, a cor, o ano, imagine o cheiro que ele terá, a sensação que você sentirá ao dirigi-lo, imprima uma foto do carro e fixe em um lugar que você olhe com frequência.



3. COMPORTE-SE COMO SE VOCÊ JÁ TIVESSE ALCANÇADO O SEU OBJETIVO



Seguindo a mesma lógica do item anterior, a ideia deste exercício é passar para o cérebro a mensagem de que o objetivo já está alcançado, para que ele crie as conexões neurais que trabalharão pelo objetivo. Continuando com o exemplo do carro, vá até a garagem da sua casa todos os dias antes de sair para o trabalho, como se fosse entrar no carro que “ainda” não tem. Se o objetivo é emagrecer, considere que já tem o peso que quer atingir. Compre roupas na numeração que deseja chegar.



4. COLOQUE PRAZO PARA OS SEUS OBJETIVOS



Se você quer alcançar um objetivo, precisa avisar ao seu cérebro até quando ele deve acontecer. Isso lhe trará senso de urgência e prioridade e ajudará a manter o seu foco. Preferencialmente, compartilhe o seu objetivo e a data limite para que ele aconteça com o maior número de pessoas possíveis. Pesquisas mostram que o nosso comprometimento aumenta quando dividimos os objetivos com outras pessoas.



5. TRACE UMA ESTRATÉGIA



Fica mais fácil para o nosso cérebro entender e trabalhar pela realização de um objetivo quando ele sabe por onde deve começar e o que precisará fazer para realizá-lo. Pense em todos os passos que terá de seguir para alcançá-lo, fracionando-o em metas menores. Enxergar apenas o objetivo final pode trazer a sensação de que ele está distante demais, desencadeando o sentimento de que não será possível concretizá-lo.



Fracionar o objetivo em metas menores torna-o menos assustador e traz a percepção de que ele está cada vez mais próximo.



Conhecer os seus pontos fracos e fortes com relação ao seu objetivo também é essencial para que você esteja preparado(a) nos momentos de maior desafio.





Se você não costuma alcançar os objetivos que traça, mas está tentado(a) a pensar que todas essas dicas não passam de uma bobagem, talvez seja a hora de repensar alguns conceitos. A verdade é que somos realmente muito bons em encontrar desculpas para tudo o que não acontece como gostaríamos. É uma forma de defesa buscar culpados para os nossos



problemas, afinal de contas, se a culpa não é nossa, não há razões para mudarmos, não é mesmo?



O problema é que tudo aquilo que mais queremos, está fora da nossa zona de conforto e enquanto continuarmos fazendo as mesmas coisas obteremos os mesmos resultados.



E aí, o que você quer para 2017? Mais do mesmo ou aqueles sonhos que estão ali, há um passo da sua zona de conforto?



Se a sua resposta for a segunda opção, celebre e seja grato(a) por cada pequena conquista e lembre-se de que o trajeto é tão importante quanto o destino final...



Desejo, verdadeiramente, que ao final do próximo ano, você olhe para traz e diga: “Uau, esse foi um ano de realização!”.



Nós nos vemos em breve!



 



 Cristiana Soares - Coach de Encorajamento


  • 29/12/2016 - 10:38:56

Carmen Steffens: primeiro evento como blogueiras

Hellow Gente Linda!



A Metamorfose recebeu um convite muito especial esses dias, da nossa embaixadora Izabeela Enderle, gerente da Carmen Steffens Joaçaba/SC. 



Eu conheci a Iza nas aulas de Consultoria de Imagem, no Senac e super nos identificamos. Ela é a ruiva de cachos mais linda que conheço. Super dedicada e apaixonada pelo trabalho. Tanto que quando ela me chamou para conversar sobre uma proposta para o blog, eu sabia que viria coisa boa dali. 



A conversar com ela foi direta, como ela mesma costuma ser, objetividade que admiro: "Lu, pela primeira vez, a CS de Joaçaba vai realizar um evento chamado 'Talk Show' para 10 clientes vips. Será um encontro com um Consultor de Imagem da marca, aqui na loja, num bate papo sobre tendências e sobre a Coleção de verão. A empresa sugere que as franquias chamem as blogueiras regionais para presenciar o evento e na hora pensei em você e na Cami. Vocês topam cobrir o encontro?". Nem precisei pensar muito! Topei na hora.



Saí da loja dando pulos, me sentindo a blogueira famosa. Liguei para Cami, logo após meus primeiros pulos, contei a história toda e ela ficou radiante como eu.



Vocês vão ver mais detalhes no vlog, mas foi muito bacana. Achei a ideia do "Talk Show" incrível. É uma maneira de prestigiar a cliente, dando a ela informação sobre o que vestir e como vestir. O encontro foi dirigido pelo Consultor de Imagem Glauber Ramos (@glauberrodram). Ele é bom demais para poder explicar, nos divertimos e aprendemos muito.  





Todas as mulheres que estavam lá, certamente, se sentiram da família CS. Ao final, cada uma recebeu um sapato com seu nome, muito bapho.



Eu e a Cami pareciamos duas crianças bobas! Rodamos a loja e vimos muitas roupas, sapatos, acessórios, de extrema qualidade. Algumas peças mais extravagantes, mas outras tantas atemporais, que valem a pena o investimento. Aliás, a marca lançou uma linha de produtos personalizado, que são ótimos para dar de presente, como pendrive, caneta, chinelo.  



Um super beijo para a Equipe da CS de Joaçaba. Obrigada pelo convite e pelo carinho.





 



  


  • 21/12/2016 - 11:21:22

O que você escolhe para 2017: Mais do mesmo ou muito do novo?

Costumamos usar o final do ano para avaliar tudo que fizemos (ou não fizemos) durante esses 356 dias. O encerramento de um ciclo com o início de outro, renova nossas energias e nos faz prontos para novos desafios e projetos. Porém, nem sempre conseguimos realizar e perseguir metas que estabelecemos como prioridades. 



Eu e Cami, adeptas da mudança que fortalece a alma e transforma o bom em melhor, desejamos que o ano de 2017 seja um ano de concretização de sonhos e de mudanças positivas na vida de cada um. Como nós sabemos que nem sempre é fácil o caminho da realização de algum objetivo, chamamos a Cris Soares, embaixadora do blog e Coach de Encorajamento, para nos dar algumas dicas de como manter o foco em nossas metas neste novo ano. 



Para quem não sabe, a Cris foi minha Coach, me ajudou em um momento de crise profissional e, inclusive, foi uma das grandes incentivadoras deste blog. Estou extramente feliz por poder dividir com vocês esse trabalho, sensacional e transformador, que ela e a irmã, Fernanda, realizam. Vamos lá, então! Beijos da Lu.





 



O ano de 2016 está chegando ao fim! Já é hora de pensar nas metas e objetivos para 2017... As famosas “listinhas de desejos” começam a tomar forma e o entusiasmo por iniciar um novo ciclo nos dá a certeza de que, desta vez, conseguiremos realizar os nossos objetivos. Você conhece essa sensação?



Ela é maravilhosa, não é mesmo?!? O único problema é que, muitas vezes, as “promessas de fim ano” acabam esquecidas no fundo da gaveta. Somos engolidos pela rotina e deixamos de priorizar o que havíamos elegido como importante para nós. E quando isso acontece o que nos resta? Obviamente, uma sensação de frustação por termos vivido mais um ano sem realizar nossas metas. A decepção por sentirmos que estamos deixando a vida passar, sem realizarmos aquilo que mais queremos. E vamos combinar, esse sentimento de culpa e frustração não é nem um pouco agradável. Concorda?



O que fazer, então, para que ao final de 2017 a nossa retrospectiva nos mostre que riscamos com êxito todas as metas da nossa listinha? O que fazer para transformar o sentimento de frustração em orgulho por termos realizado tudo o que nos propusemos na “noite da virada”?



Aí vão cinco dicas para que a sua “listinha de desejos”, de fato, se torne realidade:



1. QUESTIONE-SE



Você já ouviu a frase “Não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas”?



Geralmente as pessoas definem suas metas sem ao menos refletir sobre os motivos que as levam a escolhê-las.



Questionar-se sobre as razões pelas quais a realização de um determinado objetivo é importante, traz a motivação necessária para alcançá-lo. Desse modo, antes de transpor as suas metas para o papel responda as seguintes perguntas (e outras mais que entender importante):



* Quais razões me levam a desejar essa meta?



* Qual impacto a realização dela terá em minha vida?



* O que vou sentir quando realizá-la?



* O que vou sentir, caso não a realize?



2. VISUALISE O SEU OBJETIVO COM RIQUEZA DE DETALHES



Nosso cérebro não distingue o que é realidade do que é imaginação. Isso significa que aquilo que pensamos e sentimos com maior frequência e de forma mais detalhada, ele tomará como verdade, criando um maior número de conexões neurais relativas àquele pensamento, ou seja, ele trabalhará para criar a realidade que imaginamos.



Assim, se você deseja alcançar algo, tenha-o muito claro em sua mente. Por exemplo, se for um carro, escolha o modelo, a cor, o ano, imagine o cheiro que ele terá, a sensação que você sentirá ao dirigi-lo, imprima uma foto do carro e fixe em um lugar que você olhe com frequência.



3. COMPORTE-SE COMO SE VOCÊ JÁ TIVESSE ALCANÇADO O SEU OBJETIVO



Seguindo a mesma lógica do item anterior, a ideia deste exercício é passar para o cérebro a mensagem de que o objetivo já está alcançado, para que ele crie as conexões neurais que trabalharão pelo objetivo. Continuando com o exemplo do carro, vá até a garagem da sua casa todos os dias antes de sair para o trabalho, como se fosse entrar no carro que “ainda” não tem. Se o objetivo é emagrecer, considere que já tem o peso que quer atingir. Compre roupas na numeração que deseja chegar.



4. COLOQUE PRAZO PARA OS SEUS OBJETIVOS



Se você quer alcançar um objetivo, precisa avisar ao seu cérebro até quando ele deve acontecer. Isso lhe trará senso de urgência e prioridade e ajudará a manter o seu foco. Preferencialmente, compartilhe o seu objetivo e a data limite para que ele aconteça com o maior número de pessoas possíveis. Pesquisas mostram que o nosso comprometimento aumenta quando dividimos os objetivos com outras pessoas.



5. TRACE UMA ESTRATÉGIA



Fica mais fácil para o nosso cérebro entender e trabalhar pela realização de um objetivo quando ele sabe por onde deve começar e o que precisará fazer para realizá-lo. Pense em todos os passos que terá de seguir para alcançá-lo, fracionando-o em metas menores. Enxergar apenas o objetivo final pode trazer a sensação de que ele está distante demais, desencadeando o sentimento de que não será possível concretizá-lo.



Fracionar o objetivo em metas menores torna-o menos assustador e traz a percepção de que ele está cada vez mais próximo.



Conhecer os seus pontos fracos e fortes com relação ao seu objetivo também é essencial para que você esteja preparado(a) nos momentos de maior desafio.





Se você não costuma alcançar os objetivos que traça, mas está tentado(a) a pensar que todas essas dicas não passam de uma bobagem, talvez seja a hora de repensar alguns conceitos. A verdade é que somos realmente muito bons em encontrar desculpas para tudo o que não acontece como gostaríamos. É uma forma de defesa buscar culpados para os nossos



problemas, afinal de contas, se a culpa não é nossa, não há razões para mudarmos, não é mesmo?



O problema é que tudo aquilo que mais queremos, está fora da nossa zona de conforto e enquanto continuarmos fazendo as mesmas coisas obteremos os mesmos resultados.



E aí, o que você quer para 2017? Mais do mesmo ou aqueles sonhos que estão ali, há um passo da sua zona de conforto?



Se a sua resposta for a segunda opção, celebre e seja grato(a) por cada pequena conquista e lembre-se de que o trajeto é tão importante quanto o destino final...



Desejo, verdadeiramente, que ao final do próximo ano, você olhe para traz e diga: “Uau, esse foi um ano de realização!”.



Nós nos vemos em breve!



 



 Cristiana Soares - Coach de Encorajamento


  • 21/12/2016 - 09:40:04

Siga no Facebook

Contato

 (49)9927-6338 / Camila 

 (49)9998-5556 / Luana